Com dois gols, João Félix aproveitou o amistoso contra a Juve para deslumbrar outra vez

Enquanto a temporada se inicia em alguns países da Europa, outros clubes de peso fazem seus últimos amistosos. E a torcida do Atlético de Madrid certamente está ansiosa para ver o que João Félix fará quando as competições começarem pra valer. O prodígio colchonero teve atuações exuberantes em duelos significativos. Depois de destroçar o Real Madrid nos 7 a 3 de semanas atrás, desta vez a vítima foi a Juventus – em triunfo com uma leve doçura ao Atleti, no reencontro com o carrasco Cristiano Ronaldo. Félix anotou dois gols e comandou a vitória por 2 a 1, em mais uma exibição deslumbrante.

O embate de compatriotas era assunto óbvio na imprensa. Mas, enquanto a festa em Estocolmo se armava a Cristiano Ronaldo, João Félix tratou de roubar a cena. O colchonero abriu o placar aos 24 minutos. O cruzamento de Kieran Trippier chegou à área pedindo para ser chutado e o novato fez a sua vontade, com uma bonita chicotada. A Juventus não demorou a empatar, graças a uma sobra que Sami Khedira finalizou na entrada da área. O chute nem saiu forte, mas pegou o contrapé de Jan Oblak. Porém, o Atleti não ficou muito tempo atrás no placar. Aos 33, Lemar realizou um lançamento excelente e Félix disparou por trás da zaga, para bater de primeira. Nem Giorgio Chiellini ou Matthijs de Ligt conseguiram pará-lo.

Português João Felix vem dando conta do recado em Madri!

O segundo tempo contou com várias alterações, inclusive a substituição de João Félix aos 11 minutos. Também houve tempo suficiente para Renan Lodi, titular, chamar os holofotes para si, muito bem no apoio pela esquerda. A Juventus até criou chances para empatar, mas a trave evitou os tentos de Douglas Costa e Adrien Rabiot. No fim, tudo realmente conspirou para que a atuação de gala de João Félix se mantivesse imaculada e a empolgação ao redor do adolescente aumentasse. Especialmente quando atuou mais centralizado, como um segundo atacante ao lado de Álvaro Morata, o lusitano explorou os espaços e mostrou como pode ser letal.

Os €126 milhões investidos na contratação de João Félix não deixam de assustar. No entanto, a pré-temporada tranquilizou os rojiblancos sobre a maneira como o dinheiro pode render. Ao que parece, o valor não demorará a ser compensado. Uma vitória contra o maior rival e outra contra o algoz na última Champions já valeram ao menos uma fração do montante. Garantem um ótimo clima à sequência do clube, candidato a títulos por aquilo que apresentou ao longo dos amistosos.